Teclado Universal da Microsoft

Até pensei em esperar o teclado dobrável que a Microsoft colocará a venda em julho (2015), mas acabei desistindo por dois motivos: queria algo para usar agora e o preço do novo será quase o dobro do atual.

Como pode ser visto nas fotos do carrossel (abaixo), o teclado é menor que a área ocupada pelas teclas do MacBook Air. Considero bastante confortável digitar no Air, mas não posso dizer o mesmo a respeito do teclado da Microsoft. Depois de usar por alguns dias concluí que me atenderá, mas confesso que está no limite do suportável. Portanto, caso tenha dedos mais grossos, sugiro experimentar antes de comprar.

A tampa é feita de um plastico rígido e cumpre três papeis:

  • protege as teclas;
  • liga/desliga o bluetooth automaticamente;
  • pode ser virada para trás para servir como suporte para telefones e tablets (vide fotos). Se a tela estiver muito próxima, há como desconectar as duas partes para afastar a tampa do teclado (vide vídeo abaixo).

O MacBook Air é extremamente confortável para transporte e execução de tarefas complexas ou não, mas nem sempre estou com ele. Comprei o teclado para usar com meu telefone em situações intensas em digitação como: anotações de reunião, artigos etc.

Universal?

Há uma chave no canto superior direito que permite trocar o tipo de dispositivo conectado para que as teclas e atalhos funcionem adequadamente no Windows Phone, Android e iOS. Por exemplo, no iOS é possível acessar o Spotlight e no Android, o alt + tab alterna entre aplicativos abertos. Além das funções específicas, há também teclas para volume e controle de música.

A conexão é muito simples. Basta mover a chave para o dispositivo desejado, procurar o teclado na área de Bluetooth do telefone ou tablet e digitar o número que aparece na tela. Simples, mas não funcionou de jeito nenhum no Lumia 521 que usei para os testes. Encontro o teclado, digito os números, mas não conecta por nada!

A chave de seleção pode ser uma boa alternativa para os que têm um tablet iOS e um telefone Android, ou vice-versa. Imagine a seguinte situação. Está digitando um texto no seu tablet e chega uma mensagem no telefone. Basta mover a chave, responder a mensagem e voltar a digitar. Realizei alguns testes aqui e a demora para reconhecer o outro aparelho ao mover a chave é quase imperceptível.

Comprar este ou esperar o próximo modelo?

Pelo que pude entender, a Microsoft não vai tirar este teclado do mercado quando o outro for lançado. Até porque, ao meu ver, são propostas bem diferentes. O atual também é portátil, mas o novo tem teclas com tamanho maior e é resistente a espirros d'água. Mas tudo isso virá com um custo adicional. O atual pode ser encontrado por até U$50 em promoções nos EUA, enquanto o dobrável terá preço oficial de quase $100.