Sinto, mas meus livros não farão parte do Kindle Unlimited

Enquanto consumidor, adoro o Kindle e a Amazon, mas enquanto escritor, não há condição pior no mercado. A comissão paga por livro vendido é muito menor que a da Apple, Google ou Kobo. Outra estranha pratica é a de pagar comissões agrupadas por mercado e a partir de $100. Ou seja, nunca verei minha pequena fração daqueles poucos livros vendidos para brasileiros morando no Japão, Noruega, Alemanha etc. A prática das demais empresas é juntar e converter todos os valores globais para a moeda do banco cadastrado pelo autor.

Para resolver parte dessa estranha matemática, a Amazon criou o KDP Select, que iguala sua comissão à das demais lojas, mas exige exclusividade. Hmmm... hoje vendo muito mais na Apple e eles pagam a melhor comissão do mercado. E, como já dito, me pagam cada centavo ganho.

Já o Kindle Unlimited me parecia uma ideia muito bacana. Não me importaria com o ganho menor advindo dessa democratização do livro. Fui em busca de informações e me deparei com algo assustador. Para incluir meus livros no Unlimited, preciso antes migrar para o Select.

Em outras palavras, para que eu possa ter a oportunidade (?) de ganhar muito menos com o Unlimited, a Amazon me obriga a parar de vender e ganhar dinheiro nas demais livrarias online. Caro leitor, até tentei, mas enquanto houver este vínculo obrigatório com o Select não existe a menor possibilidade de incluir meus livros no Kindle Unlimited. Sinto muito!