Criatividade e produtividade usando Cadernos do Evernote.

Se você faz parte do meu newsletter, é provável que tenha lido a mensagem na qual explico o conceito Rede de Projetos criado pelos pesquisadores criatividade Howard Gruber e Sara Davis.

Pense em uma prateleira cheia de caixas e dentro de cada caixa, tudo que você precisa para trabalhar em determinado assunto. É basicamente isso e, segundo os pesquisadores, muita gente realmente utiliza caixas de papel.

Essa separação de assuntos traz alguns benefícios, mas é importante que você entenda que existem outras atitudes que você precisa tomar, como, por exemplo, administrar bem suas notificações.

  • Foco - Escolher uma caixa e trabalhar com apenas aqueles elementos nos ajuda a ter foco. Já perdi a conta de quantas vezes falei sobre o assunto aqui no site, no meu Canal no YouTube e no newsletter, mas olhando de perto, as caixas de Gruber e Davis ajudam nosso cérebro de forma muito parecida com o que a Técnica Pomodoro proporciona.
  • Processo Inconsciente - Ao trocar de caixa, passamos a trabalhar no outro conteúdo, mas o subconsciente permanece processando os elementos que deixamos para trás. Sabe aquele momento de eureka que surge quando você está fazendo uma coisa completamente diferente? Acontece muito quando estamos no banho desligados do mundo, mas muitas vezes, quando estamos fazendo algo completamente diferente, surge o insight.
  • Fertilização Cruzada - Tudo aquilo que precisamos aprender de novo para resolver um problema ou colocar um projeto em prática é um conhecimento que no futuro pode vir a ser utilizado ou adaptado a um outro projeto completamente diferente.
  • Escapar da Exaustão - Quando nossa mente está mergulhada em um problema sem solução aparente, atingimos um ponto de esgotamento que pode ser aliviado com a dedicação a outro projeto ou atividade.

No meu Evernote tenho Cadernos substituindo as caixas. Por exemplo, alguns Cadernos representam as etapas nas quais trabalho com meus clientes. Ao entrar em um dos Cadernos, posso focar em cada uma das etapas em diferentes momentos do dia. E a medida que um cliente vai passado de uma etapa pra outra, vou mudando a nota dele para o outro Caderno.

A organização dos Cadernos para as consultorias funciona como um fluxo, mas este Blog, o Newsletter, os curso no Udemy, Workshops e YouTube também têm seus Cadernos e posso facilmente alterar entre eles quando estou cansado de um assunto ou quando preciso me dedicar a outro. E é tão simples quanto clicar em um novo Caderno.

Teoricamente o mesmo poderia ser feito com Etiquetas, mas identifiquei alguns problemas.

É impossível salvar apenas um tipo de Etiqueta para uso offline o que significa que se eu tivesse tudo em um único Caderno como o Rui Silva, eu teria que ter uma enorme capacidade de memória no meu telefone para armazenar essas informações para uso offline.

Usando meu sistema de Cadernos, não tenho o Caderno de clientes finalizados em modo offline no meu telefone porque é algo que eu raramente precisarei. O mesmo vale para o Cadernos dos cursos no Udemy. Ele só fica offline quando estou trabalhando em um novo curso.

Outro problema é que ao mover uma nota para cima de uma Etiqueta na área de Atalhos você na verdade está incluindo aquela nova Etiqueta na Nota e no caso dos Cadernos você está mudando aquele conteúdo para um novo Caderno.

No vídeo abaixo explico tudo isso detalhadamente.

E você, como organiza a estrutura do seu Evernote? Prefere Cadernos ou Etiquetas? Deixe um comentário compartilhado suas ideias para ajudar outras pessoas.