Zapier para automatizar tarefas e rotinas: o que é e como configurar.

Quantas vezes por dia você repete rotinas no trabalho e nos assuntos pessoais? Quantas planilhas você fica alimentado o tempo todo? E as respostas padrão aos emails, encaminhamentos de conteúdo semelhante e assim por diante. Existem muitas formas de automatizar estes estes e outros processos.

O Zapier é um serviço que funciona a partir de gatilhos. Ele fica sempre de olho nos aplicativos escolhidos por você e se algo acontecer, ele executa uma determinada ação. Não é complicado. Assista a aula abaixo para entender como ele funciona.

Por exemplo, ao receber uma nova resposta no Google Forms (Google Formulário) o Zapier cria um novo Card no Trello ou nota no Evernote com as informações do formulário que são importantes para você. Ações mais simples como ficar de olho em novas publicações de um blog e enviar este novo artigo por email ou para o Twitter ou Facebook também são possíveis.

Essas automações são conhecidas como Zaps e cada ação executada é conhecida como uma tarefa ou Tasks (em inglês). A conta gratuita permite que você crie 5 Zaps e execute 100 tarefas por mês.

A criação de um Zap começa na página principal do Zapier. Basta escolher um aplicativo ou serviço e seguir os passos. A primeira coisa a fazer é conectar o primeiro serviço. Depois você precisa definir o que será o gatilho que ativará o Zap.

Pode ser, por exemplo, um novo compromisso no seu calendário. Depois escolha o serviço de destino. Por exemplo, uma nota do Evernote. Por fim, defina que elementos do compromisso você quer que sejam levados para que partes específicas do Evernote.

Em minha opinião, este nível de detalhamento é o ponto forte do Zapier. O IFTTT, que é um concorrente, trabalha com a mesma lógica de funcionamento, mas não permite configurações tão específicas. Assista o vídeo abaixo para entender o processo de configuração e depois deixe seu comentário ou dúvidas no YouTube.

Gostou da dica? Compartilhe com os amigos.