O Evernote é perfeito para guardar anotações feitas em livros

Muita gente têm o hábito de sublinhar passagens ou realizar anotações em livros. Fazemos isso porque algo importante ou interessante chamou nossa atenção.

O problema é que quando o livro acaba, ele vai para prateleira e todos aquelas grifos desaparecem para sempre do nosso universo. O mesmo vale para os livros eletrônicos. Passamos para o próximo e tudo que anotamos desaparece do nosso campo de visão. Portanto, na prática, é como se nunca tivéssemos anotado ou grifado nada.

Ao levar esse conteúdo para seu Evernote, ele aparecerá automaticamente em todas as suas buscas relacionadas e também será mostrado como sugestão de Nota para aqueles que usam a versão Premium do aplicativo. Existem algumas formas de transferir o conteúdo, e já falei sobre o assunto diversas vezes, mas a que mais gosto é o Clippings. Além de capturar o conteúdo, você poderá preparar e organizar tudo antes de enviar para o seu Evernote.

Isso é possível, porque todos os grifos e anotações que fazemos nos livros são armazenados localmente em nosso Kindle e levados para a nuvem da Amazon. O Clippings explora esses dois locais para coletar o conteúdo e guardar no Evernote.

Caso você tenha um dispositivo Kindle, poderá usar o serviço gratuitamente, conectado o aparelho ao computador conforme explico vídeo abaixo. Mas se você costuma ler apenas via tablet ou celular, a única alternativa é pagar pelo serviço para que o Clippings capture seu conteúdo armazenado na Amazon.