É possível salvar o Yahoo?

Não sei se ja aconteceu com você, mas há algumas empresas que me conquistaram profundamente por sua história, trajetória e influência no meu dia-a-dia. Palm e Yahoo são dois exemplos muito fortes.

A Palm me ajudou demais no processo de organização e foi a fonte de inspiração para minha primeira aventura online em 1999, um portal a respeito da plataforma. E essa aventura, por sua vez, de certa forma, foi inspirada por aquele dia em que "vi a Internet" personificada em um software chamado Mosaic. Lembro-me que o ícone do Yahoo estava na barra do navegador e foi só clicar para ter acesso ao mundo!

Acompanhei as duas empresa de perto, seguindo cada inovação e experimentando todos os serviços que lançavam. Os que conheceram a Internet já na era do Facebook, Google e da computação em nuvem, não devem saber que o Yahoo foi pioneiro em inúmeros serviços online tão populares nos dias de hoje.

Além do buscador, havia e-mail, uma agenda de endereços, calendário, bloco de notas, sistema de mensagens instantâneas, hospedagem de sites, vendas online e até mesmo algo surpreendentemente inovador chamado de Drive Y, uma pasta no seu computador que era sincronizada com a nuvem para armazenamento e intercâmbio de documentos. Ou seja, de certa forma, Dropbox, iCloud, Google Drive, SkyDrive etc. são filhos do Yahoo.

Muitas vezes nos esquecemos, mas empresas não são ilhas e sofrem constantemente a ação da concorrência e têm os rumos alterados de acordo com a reação de seus funcionários e dirigentes. O livro Marissa Mayer And The Fight To Save Yahoo me fez viajar no tempo. Revivi inúmeros momentos e, ao mesmo tempo, descobri porque decisões, que na época não conseguia compreender, foram tomadas.

O título do livro sugere que o texto gira em torno da CEO Marissa Mayer, mas há muito mais conteúdo. O autor descreve em detalhes a história do Yahoo, desde sua criação até os dias de hoje. É uma base de conhecimento importante mesmo para os que, como eu, viveram essa época. Há detalhes muito interessantes que desconhecia. E se você faz parte da geração Google, melhor ainda, compreenderá a importância do Yahoo para a popularização da web. Aliás, o ritmo da narrativa parece muito com o do Piloting Palm. Ambos mostram os bastidores e as dificuldades vividas por essas incríveis empresas.

Marissa fez carreira em uma empresa de sucesso, a Google, e tem grande admiração pela Apple, que provou para o mundo que é possível reinventar empresas a beira da falência. O livro chega até 2014, mas, como sabemos, a história do Yahoo ainda não acabou. Espero, sinceramente, que a Marissa não deixe o Yahoo seguir a triste trajetória da Palm.

Ajude a manter o blog e tenha acesso a mais conteúdo.