Use e abuse da Gramática na versão web do Evernote

Em virtude da falta de espaço para armazenamento local algumas pessoas têm preferido utilizar o Evernote via web. Outro grupo que também adotou essa estratégia é formado pelos usuários Linux por não haver uma versão oficial do aplicativo para essa plataforma. Não deixa de ser uma alternativa, mas traz consigo um enorme problema, a impossibilidade de acessar as informações em modo offline.

Além disso, a versão web não conta com as mesmas facilidades de uso. Faltam os atalhos de teclado, há menos menus e não há como arrastar conteúdo de um local para o outro. Por essas e outras razões, resolvi me limitar ao uso da versão web do aplicativo por alguns dias para entender melhor suas possibilidades e compartilhar dicas de uso com você leitor e ouvinte.

Entro hoje no meu quinto dia de testes sem tocar na versão desktop do Evernote e já percebi duas coisas:

  1. Caso seja um usuário Plus ou Premium [entenda as diferentes versões], tenha o aplicativo instalado no seu dispositivo móvel ─ celular ou tablet ─ e mantenha os Cadernos mais usados em modo offline. Dessa forma terá acesso às informações mesmo em situações sem conexão;

  2. Use e abuse da Gramática! Como não é simples navegar na versão web, tenho utilizado muito os termos notebook, intitle e tag da Gramática para chegar aos Cadernos ou informações específicas.

Há um vídeo para colaboradores no qual explico os principais termos da Gramática. O que mostro no vídeo, funciona exatamente da mesma forma na caixa de busca da versão web. Outras informações e dicas a respeito da Gramática estão também disponíveis nos seguintes episódios do Diário de um elefante: