Organização de Notas do Evernote | Qual a melhor forma de ordenar?

Existem outras formas de ordenação das Notas dentro de Cadernos do Evernote, mas as mais comuns são: Alfabética (por título da nota); Data de Criação e Data de Atualização.

Qual delas é a melhor? Evidentemente isso depene das suas necessidades. Mas vou tentar te ajudar compartilhando um pouco de ciência e a minha forma de pensar sobre o assunto. Preste atenção nesta frase do professor de psicologia e ciência cognitiva da Universidade de Berkeley:

A tendência é de que a próxima coisa que vamos precisar foi a última que usamos e depois disso, provavelmente a penúltima e assim por diante. A não ser que tenhamos uma boa razão para pensar o contrário, provavelmente nosso melhor guia para o futuro é o reflexo do nosso passado.
— Tom Griffiths

No vídeo “Criatividade e produtividade usando Cadernos do Evernote” expliquei porque prefiro separar assuntos e projetos em Cadernos. Se ainda não assistiu, recomento que assista porque o que compartilhei lá, a propósito, também está baseado em ciência, ajudará na compreensão deste vídeo. Com o conteúdo organizado desta forma posso facilmente “pular" de um Caderno para o outro quando preciso mudar de atividade.

Somando isto ao estudo do professor Tom Griffiths, ou seja, a chance de precisarmos de algo que acabamos de usar ser muito grande, consigo ser mais eficiente nas minhas atividades diárias. E no meu caso o "acabamos de utilizar" não necessariamente precisa ser algo recente no tempo, pode ser a última coisa que fiz há alguns dias relacionado aquele projeto. Por isso, minhas Notas estão ordenadas por ordem de criação no computador.

Por exemplo, se estou trabalhando na Nota de uma pauta para algum novo vídeo, consultoria para algum cliente ou um novo curso para o Udemy, é bem provável que eu vá continuar a fazer exatamente isso na próxima vez que entrar em um destes Cadernos, certo? E a Nota que busco estará no topo da lista.

Ou seja, é como um cockpit de avião. Todos os controles (Cadernos) estão à minha disposição. Basta olhar em vota e selecionar o que preciso naquele momento para trabalhar e o assunto estará no topo da lista.

Por outro lado, o Evernote no meu celular funciona como uma ferramenta diferente. Utilizo o aplicativo para Captura de Conteúdo (fotos, anotações rápidas, digitalização de documentos e cartões de visita), Consulta Rápida e Continuação de Trabalhos. E neste caso, o Evernote está ordenado por última atualização de Notas. Não entendeu? O raciocínio é o mesmo, mas a situação é diferente.

Imagine que estou trabalhando na pauta do próximo vídeo e preciso sair. Pego o metrô, ônibus, Uber ou qualquer meio de transporte e abro o Evernote para consultar alguma informação ou continuar um trabalho.

Lembre-se, no telefone as Notas estão ordenadas por data de última atualização. Portanto, na relação de Todas as Notas, as últimas, nas quais trabalhei antes de sair, estarão no topo. Como que magicamente tudo que usei há pouco estará lá bem na minha frente.

Se você já me acompanha há algum tempo, sabe que já preguei o uso de Cadernos para as mais variadas necessidades, inclusive em 2015 eu gravei um episódio do antigo podcast Diário de um elefante sugerindo um Caderno para assuntos nos quais separamos para trabalhar ou consultar quando em deslocamentos.

Mas isso foi em 2015. As coisas evoluem e a ciência existe para nos ajudar. É justamente esta evolução que venho tentado mostrar nos vídeos e nas minhas aulas particulares e consultorias.

O Evernote é uma excelente ferramenta, mas existem comportamentos humanos que precisamos levar em consideração para que ele nos sirva de uma forma ainda mais eficiente.

Espero que tenha gostado desse tema. Por favor, compartilhe suas opiniões a respeito desta forma de organização e divulgue o Canal. Graças a você, estamos bem perto dos 4 mil seguidores!

Desenhos e Manuscritos no Evernote | Como desenhar nas suas notas.

Existe um recurso do Evernote que é extremamente útil para reuniões ou estudos e estou sempre esquecendo que ele existe.

Você sabia que é possível realizar anotações à mão ou desenhos dentro de notas do Evernote?

É muito fácil usar e funciona nos celulares e tablets com sistemas Android ou iOS. Posicione o cursor na parte da tela onde você deseja rabiscar e procure pelo ícone em formato de caneta. Ele nem sempre está aparente, mas basta clicar no sinal de adição na base de uma nota (iOS) ou no clips (Android) para localizar a opção no menu. Assista o vídeo abaixo para entender melhor.

Os desenhos feitos podem ser editados a qualquer momento tanto no iOS, quanto no Android e na versão do Evernote para computador você pode mover a imagem para outras partes da nota se  desejar.

E você, já conhecia este recurso do Evernote? Costuma usar na sala de aula ou para anotações em reuniões? Por favor, deixe seus comentários ou dívidas e compartilhe o vídeo para ajudar outras pessoas.

O que é... Anchor? | Como criar podcasts interativos usando o celular (totalmente gratuito).

Comecei a ouvir podcasts em 2005 e no mesmo ano publiquei o primeiro episódio do meu próprio programa semanal. Entretanto, ao longo dos anos comecei a sentir falta da interação que existe, por exemplo, no YouTube.

Em outras palavras, gravar podcasts acabou se transformando em uma atividade solitária. O Anchor é um serviço bastante novo, mas que em minha opinião conseguiu juntar em um só aplicativo tudo que eu sempre procurei, seja como podcaster, seja como ouvinte.

Ele está disponível tanto para Android, quanto para iOS e depois da instalação você pode criar sua conta usando um endereço de email e senha ou uma rede social. Os próximos passos são incluir ou mudar sua foto, ajustar seu nome de usuário, escrever uma bio e assim por diante.

Para procurar estações que você deseja ouvir, clique na lupa e navegue nas categorias. A maior parte do conteúdo ainda está em inglês, mas vale a pena experimentar. No Anchor você não adiciona amigos como nas outras redes sociais. Para acompanhar uma pessoa ou estação, clique na estrela (Favorite) e toda vez que um novo áudio for publicado, você receberá uma notificação.

E enquanto você escuta o podcast, poderá bater palmas (clicando no emoji das palmas), enviar comentários escritos ou gravar áudios contendo opiniões a respeito do que acabou de ouvir (Call In).

Como gravar áudios

Na base da tela existe um sinal de adição. Clique nele para começar a gravar. Cada áudio pode ter no máximo 5 min, mas você pode criar quantos quiser. E o interessante é que ao terminar a gravação de cada bloco, você pode incluir um fundo musical antes de realizar a publicação, que o Anchor chama de "Adicionar à sua estação" (Add this to your station).

Depois de adicionar o áudio à estação, você pode ou não notificar seus seguidores via Facebook e Twitter e continuar as gravações incluindo novos áudios, sons, comentários dos ouvintes e até mesmo partes de músicas do Spotify ou Apple Music. Porém, todos estes áudios duram por apenas 24h como uma espécie de Snapchat.

Como criar um podcast

Ao gravar seu primeiro áudio, será possível enviar a solicitação de criação de um podcast. Escolha a opção de transformar um ou mais áudios em um podcast (CREATE FIRST EPISODE) e você verá na aba podcast (EPISODES) um opção para criar seu podcast (SET UP). Siga os passos incluindo nome, capa e descrição e o Anchor fará o resto.

Todos os áudios que você transforma em podcast ficarão disponíveis para sempre. E o interessante é que você pode juntar vários áudios de 5 minutos, sons, músicas etc. para criar seu episódio.

Nem tudo são flores. Os áudios transformados em podcast ganham uma vinheta dizendo que o podcast foi criado usando o Anchor. A logo da empresa também aparece no avatar do podcast.

Pessoalmente considero esse detalhe uma troca justa já que tudo é gratuito e a empresa cuida de todo processo de criação e manutenção do podcast. Aliás, no passado, cheguei a dizer várias vezes que o SoundCloud deveria mudar seu modelo de negócios para algo assim.

Gostou? Por favor, compartilhe este conteúdo nas suas rede sociais e deixe um comentário com dúvidas ou sugestões. E caso queira, você pode também acompanhar minha estação ou os episódios do podcast.